culpa sua!

<<< Nem uma coisa, nem outra... O lado mais simples de tudo que nao se explica>>>



::. ARQUIVADO .::



::. CONFESSIONÁRIO .::
(Escreva-nos in private!)



::. Adicione aos favoritos .::




::. QUEM MANDA AQUI .::



::. João Jungmann .::



::. Biba Blandy .::



::. Rodrigo Garcia .::





::. ABSOLVIDOS .::

Zona
Manicomius
Edifício Michelle
InternETC.
Cocadaboa
brazileira!preta
Inspira, expira
Argumento
Spamzine
O Carapuceiro
Zé Frank
Catarro Verde
Alfarrábio
Kuja's Samizdat
Let's blogar
Delícias Cremosas
Veríssimo
VitriBlog


:: . Sampa, Brasil . ::



::. ARREDORES .::

::. NEXT

RDM

LIST .::






 
Apenas um Começo

Ainda vou escrever mais profundamente sobre este final de curso na faculdade, quinto ano, 42 minutos do segundo tempo. Sei lá, acho que preciso. Mas enfim, conclusões prévias e talvez até precipitadas são fáceis de se fazer. Já sei que não teria voltado atrás em praticamente nada, teria feito assim novamente. Não teria deixado para estudar com mais antecedência. Não teria escutado alguns conselhos de professores presunçosos e tolos, assim como não o fiz. Não teria deixado de ser mais conhecido no boteco ou nos corredores que na sala de aula. Não teria deixado de colar. Enfim... Mas, se eu tivesse uma pessoa a quem aconselhar neste momento, imaginando-a entrando na faculdade, com todos aqueles pensamentos, sonhos e ilusões adolescentes e saudáveis, eu talvez diria:

- Fuja de Centros Acadêmicos. Participe de maneira suave e verdadeira da política, não seja um alienado, mas evite achar que vai mudar o mundo com um muro pixado ou uma manifestação. Seja a sua própria manifestação, e mudará o mundo, naturalmente;

- Fique com *todas* as pessoas que quiser, sentir vontade, acontecer. Se não conseguir de primeira, consiga na segunda. Se não for na segunda, consiga na terceira. Desde que saiba que um dia você fatalmente conseguirá, seu sucesso será inevitável.

- Seja uma pessoa conhecida no boteco, saiba valorizar as "Kaisers" da vida. Coma amendoins achando ser a melhor iguaria do mundo. Um dia você mudará sua bebida por uísque, e seu canapé chamará foi gras, mas você sentirá saudade do "minduca", acredite em mim. Uma faculdade sem boteco, com toda licença ao poetinha Vinícius, é como um rio sem pontes. Mais ainda: considero o boteco um legítimo formador de caráter. Enfim, o lance é que a sua verdade e o seu passado poderão lhe valer mais do que bens e dinheiro.

- Desenvolva alguma técnica engraçada, de modo que as pessoas te reconheçam por isso. Sei lá, vale imitar o Silvio Santos, um hipopótamo, ou mesmo ser o maior caloteiro de bares & afins, com o maior orgulho. O seu diferencial pode ser um elo para com seus amigos no futuro.

- Não despreze eventos da faculdade, em especial os "Jogos Jurídicos". Você aprenderá mais de direito nos mesmos que nos bancos da faculdade. É lá que você vai beber horrores, ficar com ilustres desconhecidas, dizer que ama... E fazer os seus melhores amigos. E se pegará torcendo para a faculdade como uma criança, e entenderá o por quê - apenas ali. No mais, não se preocupe em estar presente nas histórias - isso acontecerá naturalmente. Um dia seus filhos farão pouco caso das mesmas, mas entenderão, quando entrarem na faculdade. Isto é um ciclo. E dos mais curiosos.

- Não se preocupe tanto em arrumar emprego. Preocupe-se com seu emprego no mundo. Faça da sua vida algo útil a alguém, e terá tudo. Na faculdade você começa com pouco dinheiro, e aprende a se divertir ao máximo com ele. Depois, saindo dela, você com sorte ganhará um bom dinheiro, mas não terá tempo para gastá-lo. Enfim, cuidado para não ser um babaca ou um escravo. Pense no futuro, mas saiba a todo tempo que a sua vida vale mais do que o Fórum João Mendes. Pelo menos deve valer para você.

- E, finalmente, faça projetos. Sonhe. Ame uma pessoa. Cometa loucuras. Vá à casa dela de madrugada. Combine de ficar com alguém em segredo. Combine viagens (mesmo que imaginárias) com seus amigos de faculdade para lugares distantes, ou próximos. Descubra festas imperdíveis. Dê uma chance ao Chiclete com Banana. Ao menos por 1 dia. Determine o som que vai tocar no rádio do seu carro. Cante sua música. Vá para a praia, para uma fazenda. Tenha uma turma de amigos que seja constantemente chamada pelos outros de "máfia", "clã", ou coisa que o valha. E saia de lá com a certeza de que você vive e viveu a sua vida, e faz com que ela se justifique a todo instante. E, só mais uma coisa, por favor: não tenha pena das pessoas que voluntariamente não viveram isso. Um dia elas mesmas terão pena de si. Mesmas.


  acusado por Jo� - 5:06 PM.


sexta-feira, outubro 24, 2003  

 
Lendas

...E dizem que este final de semana terá mais um "Cream Churras Festival®" (vide post do dia 29 de setembro - obs: nome criado em homenagem ao seu criador, Gustavo Mr. "Creme"). Meeeeeedo!

  acusado por Jo� - 4:40 PM.



 
Laurent Garnier de novo no Brasil



Sob protesto de alguns amigos, que queriam ir em outra fexxxtééénha, vamos, e vamos com força. Ficarei mais pobre, mais cansado, mais tenso com a OArghB, mas... Tem coisas que simplesmente não conseguimos explicar...



  acusado por Jo� - 4:34 PM.



 
Como não conseguir trabalhar em poucas lições:





- Vá a té o bar/restaurante Espírito Santo.
- Peça um Chopp.
- Coma bolinhos de bacalhau como entrada (com limão e Tabasco!).
- Peça um bacalhau assado no azeite com batatas ao "murro" e cebola (acompanhado de arroz);
- Peça outro Chopp;
- Após achar que está satisfeito, peça agora um "mexido" de bacalhau com batatas crocantes;
- Após sentir que vc não consegue se mexer, peça pastéis de santa clara e pastéis de nata, a título de sobremesa e sob o argumento de que esses doces "são raros".
- A sensação neste momento deve beirar um vazio existencial.
- Tome um café. Com chantily.

Agora tente trabalhar.


  acusado por Jo� - 4:24 PM.



 
Fotos do Sol, obtidas pela sonda SOHO



Irado.

  acusado por Jo� - 4:20 PM.



 
A segunda-feira, o mal-humor e o correio eletrônico do escritório* (leia de baixo para cima)


-----Mensagem original-----
De: João Jungmann
Enviada em: segunda-feira, 29 de setembro de 2003 12:05
Para: Alexandra; Maria Fernanda; Denise; Patricia; Fabiane; Caio
Assunto: RES: frase do dia

"Mais valem duas bonitas se beijando do que uma feia na mão".

-----Mensagem original-----
De: Alexandra
Enviada em: segunda-feira, 29 de setembro de 2003 11:58
Para: Maria Fernanda; Denise; Patricia; Fabiane; João Jungmann; Caio
Assunto: frase do dia


"Mais vale um homem feio na mão do que dois se beijando..."

*Nomes alterados por "questã" de segurança

  acusado por Jo� - 4:55 PM.


segunda-feira, setembro 29, 2003  

 
Final de Semana

[Sábado, 13 horas, nas imediações da Av. Paulista]

- Ei Johnny, tô chamando uma galera em casa pra comer um churrasco. Tomar uma cerveja, coisa bem sussa, só pra trocar uma idéia, etc.
- Beleza Mr. Ême! Fechado! Bem sussa, né? Boa.
- Te espero lá!

[Sábado, 19 horas, em algum lugar de Moema]


Bito e Cadu confraternizam com a montanha formada por 10 pessoas em poucas horas. Ah, o saldo final foi mais ou menos o dobro disso.

  acusado por Jo� - 4:38 PM.



 
Frase do dia

"Feliz é o dono do Sex Shop que pode dizer aos seus clientes: 'Pegue suas
coisas e vá se F O D E R !' e o cliente ainda sai feliz
".


  acusado por Jo� - 11:54 AM.


segunda-feira, setembro 22, 2003  

 
Fotos de 2 anos da Circuito

Alguma coisa da fantástica festa da Circuito, na não menos fantástica Fazenda Arujabel. Como diria o profeta, que viu, viu, quem não viu...



Chris Liebing. O set dele foi foda muito foda muito bom demais pra caralho de foda.


Ohohohohoho!


Precisa falar mais? ;)

  acusado por Jo� - 10:16 AM.



 
Confiram!

O nosso fotolog andou meio parado semana passada, e peço desculpas aos amantes de imagens e analfabetos em geral, como diria Mr.Manson, do Cocadaboa. Enfim, já atualizei e prometo que vou continuar atualizando. Confiram.

  acusado por Jo� - 10:12 AM.



 
Manchetes

Esse mundo tá uma merda mesmo... Olhem essas notícias encontradas no Uol:

- Mercado reduz previsão de PIB e inflação este ano;

- Parasita de gato altera personalidade de humanos, diz pesquisa;

- Saretta perde para canadense e Brasil é rebaixado na Copa Davis;

- Repetência volta a crescer no ensino médio;

Ou seja, apenas notícias ruins ou inúteis. Isso quando as manchetes não são do tipo "Mary Ellen, capa da revista sexy, conta todos os seus segredos para manter a boa forma e anuncia: quer lançar um livro sobre decoração no ano que vem". Sei lá, acho que para uma segunda-feira, os caras poderiam pegar mais leve conosco, em respeito ao bom-senso e principalmente à nossa inteligência e ao nosso humor. Mesmo que mentindo, os caras podiam, ao menos neste dia, tentar nos animar. Aí vão algumas dicas de manchetes para segundas-feiras:

- Festa do Sexo em São Paulo atrai multidão de modelos;

- Tributação sobre a cerveja e a gasolina cairá, garante ministro;

- João Kléber: "Ainda não entendi porque meu programa foi suspenso";

- "Domingo Legal" vai mesmo acabar. No Lugar, entram "Sex and the City" e "Friends";

- Estacionamentos pagos em São Paulo terão que reduzir drasticamente seus preços, avisa Secretário;

- Bush: "Realmente não vi a casca de banana"

- Greve da CET indica paralização até 2004;

- Experimenta! Veja as fotos mais picantes do ensaio de Fernanda Lima na Playboy.

Falem a verdade: cabia, não? ;)

  acusado por Jo� - 9:53 AM.



 
God Damn it!

Eu juro que não quero ser repetitivo, enfadonho, cansativo... Mas, para variar, foi só começar a fazer provas na faculdade (para as quais, aliás, eu já não tenho mais saco nenhum), que choveu trabalho do escritório para fazer. Chico Buarque tem lá sua (inteira) razão ao dizer que Deus é um cara gozador que adora brincadeira... E eu, de certa forma, sou um brinquedo dele. Certamente.

  acusado por Jo� - 9:47 AM.



 
Um ensaio

Alguém apagou a luz. Toca uma música triste e quase fúnebre ao fundo. E, estranhamente, é como se todos os sinos e luzes e cores e sentidos voltassem de maneira abrupta à mente. Mas está escuro: impossível fugir de derradeiro fato. Lado negro de tudo - porque tudo possui um mistério, uma revelação. Aliás, quando converso com as pessoas, e procuro algo maior no semblante do que um simples sorriso ou amargura despreocupada, penso que a cada momento poderá surgir uma fantástica revelação. Talvez este seja o segredo, ou a decepção. Todos a temos guardada - intocada, indefectível, indelével e muitas vezes até incompreensível. É como se a cada sorriso surgisse uma dúvida, e a cada dúvida surgisse a necessidade - de flor, borboleta, de macho, de cópula - de se contar algo que realmente faça de todo o resto, o silêncio. Neste escuro, eu aguardo. Poderia acender um fósforo, ou mesmo uma lanterna - mas não há pequenos emplastos para a doença fatal. Morre-se. O fósforo apaga. É como a jangada em alto mar. Vendo-se de perto, alumbramento; vendo-se de longe, ponto minúsculo, indiferente. Indiferença... Aliás, indiferença! Por todos os pensamentos absortos e fungíveis e desnecessários e maléficos que vêm e vão. Sim, maléficos. Eu assisto corridas de carro para ver acidentes, e não ultrapassagens. Sabe a luta do leão contra o caçador? Então, torço pelo leão. Muito. Quando não jogo na loteria, torço para ninguém ganhar. Aliás, penso que ninguém deveria ganhar, exceto eu. Uma vez, comprei um sanduíche e recebi um troco errado - mais do que deveria ter recebido. Percebi e não devolvi. Mais tarde, joguei o dinheiro fora, com cigarros ou mesmo no lixo. Não me recordo. Maléficos, sim. No trânsito, nunca tomei multas. Mas também nunca dei passagem a ninguém. Mas, nesse escuro... Poderia contar muito mais, mas falar por gestos é sempre tão mais prazeroso... Ouvir a própria voz. A música triste persiste, e não se vê a menor razão para isso. Mas razão é um prato bobo que se serve após a sobremesa, porque nem pra enfeite serve. Fosse o contrário, e hipocrisia só existiria nos livros de história. Mas tudo volta ao pó, ao escuro. E erroneamente busca-se sair do escuro sem explicação - não é porque apagaram a luz sem oferecer motivos que acenderei também sem motivos. É uma questão de princípios, entende?

  acusado por Jo� - 11:19 AM.


sexta-feira, setembro 19, 2003  

 
"Todo jornal que eu leio
me diz que a gente já era,
que já não é mais primavera.
Mas baby, oh baby,
a gente ainda nem começou.
"

Raul Seixas


  acusado por Jo� - 10:46 AM.



 
Não custa nada lembrar...

É exatamente ao lado de pessoas queridas, ouvindo uma música que para você representa muito mais do que uma mistura de sons, num lugar lindo, e com a disposição e possibilidade de falar e fazer o que bem quiser, que você repara como são pequenos e insignificantes os problemas e percalços desta vida: como eles são contornáveis, maleáveis, frágeis, insípidos e inodoros. Um sorriso verdadeiro, mesmo na boca de outrem, é capaz de vencer qualquer obstáculo (e justificar a vitória plenamente).

Gostaria de falar isso para muitas pessoas, gostaria que elas não só acreditassem nisso - mas vivessem para isso. Gostaria que as pessoas não colocassem obstáculos aonde eles naturalmente não existem. Gostaria de dizer o quanto que elas estão perdendo, o quanto elas estão se privando por pouco, por nada. Gostaria de dizer que ser maduro, centrado e responsável não implica em ser ausente ou em não se permitir. Gostaria de dizer que se arriscar não implica em errar - e, mais do que isso, pagar pela aposta mal sucedida não precisa necessariamente ser um valor alto, que se pese numa balança imaginária e vença a disputa sempre. Gostaria de dizer que também perco muita coisa sim, e que não me excluo por completo desses pensamentos - em última análise, eles também são para mim. Mas não direi nada, não falarei nada. Não procurarei gestos e atitudes memoráveis. Porque não posso esperar dos outros o que eu espero de mim - e mal ou bem, espero muita coisa... E finalmente porque temos todos tempos diferentes: os segundos, minutos e horas de felicidade e êxtase que compõem a nossa vida, que justificam todos os outros segundos, minutos e horas de eventuais guerras e lamentos, por maiores que sejam, não ocorrem no mesmo momento para as todos, por mais paradoxal e controverso que isto possa parecer. E isso não é saudosismo ou utopia - é uma forma simples de construir a vida por momentos que verdadeiramente valham a pena. A vida não se faz do que você tem ou do que você pode ser - mas sim do que você já fez e continua tentando fazer. Enquanto se espera passvivamente por coisas, pequenas ou grandes, sem uma estrada devidamente alimentada, o coração e a alma falecem lentamente. E desse tipo de coisa, por favor, quero distância.

  acusado por Jo� - 11:20 AM.


segunda-feira, setembro 15, 2003  

 
Final de Semana

- Aula no cursinho pré-OArghB, vistas à família, muitos pratos de comida;
- Chopp na Praça Vilaboin, à noite;
- Vidro do carro quebrado; aparelho de som do carro furtado; casacos, CD's e outros bens (que nem gostaria de citar) levados também;
- Visita à casa de amigos, jogos de sinuca;
- Uma festa fantástica, com sets fantásticos, lindos, bem executados. Não fosse a falta de alguns amigos e amigas, me arriscaria a dizer que esta foi a melhor festa do gênero do ano.

  acusado por Jo� - 10:42 AM.



 
Hackers

Sabe quando você usa seu computador, percebe que ele está lento bagarái, e resolve fazer uma "limpeza geral" no disco, para "otimizá-lo*" - já que você nem se lembra de ter feito isso algum um dia na vida? Então, faça uma limpeza superficial, no máximo, apagando apenas coisas muito inúteis, e desencane da parte de "Desfragmentação". Vai demorar HORAS e não vai servir para muita coisa. Compre um computador novo, se for o caso, e guarde o antigo como uma espécie de "museu virtual".

* "otimizar", no mundo da informática, significa "mudar alguma coisa por outra equivalente, sem qualquer benefício ou utilidade, e fingir ser essa troca a melhor invenção do homem depois da roda, da escada rolante e da cerveja".

  acusado por Jo� - 11:40 AM.


quarta-feira, setembro 10, 2003  

 
Curtas

Jogo da "seleçã", casa do Lupa, poquer, cervejotas e amigos reunidos... Quem foi que disse que essa quarta - feira estava sem graça mesmo?

  acusado por Jo� - 11:30 AM.



 
Comments

Após umas duas semanas de problemas técnicos, os comments parece que voltaram a funcionar. Caso queiram criticar, elogiar, anunciar o Corcell 73, ou simplesmente falar coisas sem sentido algum, fiquem à vontade.

  acusado por Jo� - 11:23 AM.



 
Completando...

Para fins de referência, segue abaixo o spam sobre o boteco legítimo, que eu prudentemente guardei há tempos numa pasta do meu email. Que bom que serviu para algo! Sabia que o boteco legítimo apareceria um dia... Não era possível... Enfim, percebam que esse é o Bar do Chico!

"Você está num legítimo boteco quando:

1 - Cerveja a R$2,00. Só em um legítimo boteco para a cerveja custar tão pouco.

2 - Marcas de cigarro alternativa. Nesses lugares vendem-se marcas como "Campeão", "Ritz" e "Fúria Mentol".

3 - Bebum de fé. Todo o boteco que se preza tem um bebum da casa, que aparece todo santo dia para "bater o ponto".

4 - Potão de conserva atrás do balcão. Quase sempre é de ovo de codorna no vinagre.

5 - Nome com apóstrofe e um "S" no final. Sempre cheios de estilo, como:
"Revelation's", "Bambu's" e "Ressaca's". Ou então é nome do peão, como Bar do João, Bar do Alemão, Bar do Negão, Bar do Zico, Bar do Pelé.

6 - Garrafa velha de refrigerante. Quando se pede Coca, vem "Pépis", naquelas garrafas com logotipo branco, com a tinta já gasta, do tempo da Laranjinha.

7 - Rádio Califórnia como música ambiente. No fim das contas, faz mais barulho do que propriamente som.

8 - Catchup em diversas tonalidades de vermelho. Um festival para seu paladar.

9 - Cartãozinho de "Não aceito fiado". Outra variação criativa é: "Fiado só para maiores de 90 anos acompanhado dos pais".

10 - Banheiro à la Trainspotting, "O Pior Banheiro do Mundo" ´(...ou coisa pior). Se tiver tampa na privada e papel higiênico (o de lixa, q limpa e depila ao mesmo tempo), não está no espírito.

11 - Cardápio escrito à giz e com vááários erros ortográficos, como "X Corassão", "Concrete" e "Wisk".

12 - Cozinheira gorda e mal humorada, com bigode e chinelo de dedos. Ou garçom de bigode, com camisa pra fora das calças e caneta bic atrás da orêia.

13 - Balas "de troco" de um só tipo: duras, ruins e guardadas dentro de um pote nebuloso de plástico.

14 - Toalhas de plástico grudadas com percevejo (tachinha). Ou mesas de madeira bambas e repletas de furos de cupins.

15 - Um cachorro bem tosco zanzando na porta. Note que ele nunca entra senão leva pau.
"


  acusado por Jo� - 6:40 PM.


segunda-feira, setembro 08, 2003  

 
Bar do Chico!!!




Dica da Déa, apresento orgulhosamente a todos, o bar do Chico. Sabem aquele spam sobre o boteco legítimo? É esse o boteco, certeza!

  acusado por Jo� - 6:34 PM.



 
A mala e outras medidas

Fechou a mala: iria partir. Nada como uma decisão tomada, pensou. Decisões nascem frias - e assim continuam, sempre - para que possíveis erros não apareçam ou a vontade de "voltar atrás" não seja evidente. Burro assim. Necessário assim. Caminhou até o quarto - era o último adeus (como se outros "adeus" não o fossem - e muitas vezes não o são). Um adeus silencioso, de olhares desencontrados. Ela estava postada em frente à janela, passando a mão na cortina, suavemente. A despedia era tácita - não haveriam mais palavras que pudessem miseravelmente acrescentar ou finalizar o que já estava acabado: saiu de casa.

Caminhando pela rua, observou os transeuntes e a velocidade débil dos carros. "Nada. Não vale nada!", sentenciou. Esquinas sem razão. A vida, assim como a rua, é uma esquina constante, por onde passam homens e suas dores, carros e seus barulhos, cachorros e seus passeios, moças e seus perfumes. Por vezes, as esquinas ficam vazias. Existe algo de melancólico e profundamente poético nas despedias, nos abandonos. Mas não era seu caso. Um café no bar, suspiros desenhados com a fumaça do cigarro, e não muito mais do que isso. A conta, talvez. Não há remédio para a doença que matou. E não há dor, no que já morreu, que não silencie.

Sua mala era pequena, e descuidadamente leve. Seu olhar cheio, e sensivelmente pesado. Um dia a equação mudaria? Não levamos dessa vida muito mais do que uma imensa mala imaginária, com rodas fictícias, num aeroporto infinito. Vive-se para viajar e acumular, e não o contrário. E, absorto nesses pensamentos, não necessariamente conexos, não necessariamente claros, e não necessariamente evidentes, que caminhou, a pé, até o aeroporto. Chegou lá a tempo do vôo. Passagem de ida. Las Vegas. E saberíamos mais tarde que ele gastou muito dinheiro, e teve uma outra vida, e casou com uma prostituta chamada Amy, com a qual viveu dois anos e se separou. Mas naquele dia, no aeroporto, ao embarcar, ele esqueceu sua mala, e chegou ao seu destino sem nada. Por descuido ou intenção, nunca saberemos. Porque se pararmos para pensar, diferença não há. E se existir, por alguns instantes - como aquele - não fará diferença nenhuma.

  acusado por Jo� - 12:18 PM.



 
Turma do C!!!

Hoje eu tô na "Turma do C" total...



  acusado por Jo� - 3:41 PM.


quinta-feira, setembro 04, 2003  

 
Spam!

Não gosto de publicar spams por aqui, mas essas definições merecem:

>* HOMEM - é aquele que sonha ser tão bonito quanto a mãe acha que ele
é; ter tanto dinheiro quanto o filho dele acha que tem; ter tantas
mulheres quanto a mulher dele acha que ele tem
>e ser tão bom de cama como ele acha que é.
>
>* CHEFE - é aquele que vem cedo quando você vem tarde e tarde quando
você vem cedo.
>
>* SEXO - é aquilo que quando é bom é ótimo, mas mesmo quando é ruim
ainda é muito bom.
>
>* COQUETÉIS - são reuniões programadas para se encontrar pessoas que
não vale a pena convidar para jantar.
>
>* DIPLOMATA - é um sujeito que pensa duas vezes antes de não dizer
nada.
>
>* CASAMENTO - é uma tragédia em dois atos: civil e religioso.
>
>* UÍSQUE - é o melhor amigo do homem. É o cachorro engarrafado.
>
>* FACULDADE - é uma instituição financeira que vende diplomas: o aluno
é o consumidor interessado em comprar e o professor é o cara que quer
atrapalhar as negociações.
>
>* STATUS - é comprar uma coisa que você não quer, com um dinheiro que
>você não tem, para mostrar pra gente que você não gosta, uma pessoa
que você não é. (DEFINIÇÃO PERFEITA!!!)
>
>* DISTRAÍDO - é aquele sujeito que, na hora de dormir, beija o
relógio, dá corda no gato e enxota a mulher pela janela.
>
>* AMOR - é aquilo que começa com um príncipe a beijar um anjo e acaba
com um careca a olhar para uma mulher gorda.
>
>* IDOSO - é aquele que quando jovem costumava ter quatro membros
flexíveis e um duro. Agora tem quatro duros e um flexível.


  acusado por Jo� - 5:24 PM.


quarta-feira, setembro 03, 2003  

 
Para (um começo ou) um fim de tarde...



  acusado por Jo� - 4:01 PM.



 
Fotolog - Culpa Sua!

Ainda está em fase de testes... Mas já ativo.

Entrem já, coloquem nos favoritos, etc, etc etc...

www.fotolog.net/culpasua

  acusado por Jo� - 4:34 PM.


terça-feira, setembro 02, 2003  

 
Momento Bia

Que a "Bia Beatriz Cunha" é uma menina foda, genial, minha irmã, amiga, etc, todo mundo sabe. O que nem todo mundo sabe é que, mesmo ela morando em terras d'além mar, ela consegue me mandar emails como esse abaixo, que faço questão de compartilhar com todos, amigos ou não, porque não seria egoísta o suficiente para guardar isso só para mim... Bom, vamos lá... Com vocês, Bia Cunha falando deste que vos fala (Obs: ela exagerou, viu?):

Sabe porque meu melhor amigo é fudido?

1. Me deixa dormir na cama dele (sem ele) sob a unica condiçao de eu usar um macacão colorido com abertura na bunda e gorro com pompom e ele ri sentado no chao por uma hora;
2. Ele responde se minha sandália está combinando com meu brinco do segundo furo depois de fingir que tá analisando só pra me fazer feliz (e a gente sair logo);
3. Ele pára o carro para chorar de rir quando eu falo algum palavrão bem tosco que eu inventei na hora, tipo: CARALHO DE ASA VERDE ou CASSETA LOCA DO AGRESTE;
4. Me leva pra comer 3 vezes no Milk`n Mellow numa semana e nos outros dias na Pizza Hut só porque "eu tô de dieta, mas hoje eu tô nervosa...";
5. Me levou pra ver American Pie 1 e 2 e se debateu comigo no cinema;
6. Porque quando eu cruzo ele no elevador do escritório (trabalhavamos no mesmo predio) e eu grito: "gooordo" e me jogo nele ele faz uma cara de "não to entendendo! Juro que conheço ela só de vista" e eu acho isso hilário;
7. Porque ele desencana da balada do sábado pra ficar tirando flufos de meia entre meus dedos do pé (e vice versa) e ver um filminho no DVD;
8. Porque ele frequenta o aniversario das minhas irmãs, das minhas tias avós, os batizados dos meus primos, etc.
9. Porque ele vai tomar breja comigo na vespera de uma prova cascuda só pq eu tomei um fora de um gatinho que parecia "tão gente boa" e fica repetindo que ele nao me merecia até eu acreditar e calar a boca".


...É... Saudades...

  acusado por Jo� - 3:51 PM.




Powered By Blogger TM